Seja bem-vindo. Hoje é

Contador único p/ IP

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Quem disse que Serra não recebe prêmios internacionais?


E o prêmio OSCARrascos vai para…………..

O “OSCAR RASCOS” vai para quem passou anos……..

arrochando salários do funcionalismo público de São Paulo,

desprezando os moradores das periferias,

criando a maior rede de praças de pedágios do país,

desmerecendo os nordestinos,

privatizando estatais quase de graça,

menosprezando o povo mineiro,

desviando recursos do SUS para o mercado financeiro,

imprimindo livro escolar com pornografia,

evitando diálogo com as classes de trabalhadores,

matando gente na irresponsável cratera do metrô,

distribuindo ambulâncias superfaturadas,

agindo com truculência com os professores,

inviabilizando em São Paulo o programa “Minha Casa, Minha Vida,

confundindo espirro de porquinho com vírus A (H1N1),

fechando comportas dos rios e inundado a periferia,

ignorando os movimentos sociais,

inaugurando maquetes de obras que não saíram do papel,

pagando o 2º pior salário do país para as policias, civil e militar,

terceirizando a saúde do estado em prejuízo ao SUS,

plagiando ações de outros, como o genéricos e o programa de AIDS,

e ainda enganado a população com o famoso trololó.

Quem disse que José Serra não ganha prêmios internacionais?

Fonte: Conversa Afiada

PSDB oferece à Paulo Maluf indicação de vice para Serra

Um jantar na noite desta quarta-feira, reuniu o Deputado Federal Paulo Maluf com o presidente do PSDB, Sérgio Guerra. A parte da conversa que pôde ser divulgada girou em torno do apoio da sigla de Maluf em troca da indicação do vice de José Serra.

O encontro acontece logo após Maluf sofrer condenação em primeira instância por um processo de furto de galinhas.

O escândalo conhecido como "frangogate" deveu-se a compra superfaturada de frangos para a merenda escolar da prefeitura da capital paulista, em 1996. A compra de 1,4 t de frango custou R$ 1,39 milhão ao município. A empresa fornecedora das "penosas" pertencia à sua mulher e a uma de suas filhas.

Maluf também foi incluído, no mês passado, na lista de procurados da Interpol, pela promotoria criminal de Nova York, que o acusa de "conspiração com objetivo de roubar dinheiro da cidade de São Paulo a fim de possuir fundos no Brasil, Nova York e outros lugares, e ocultar dinheiro roubado."

Por isso, Maluf obviamente declinará de candidatar-se a vice, e fala-se em Francisco Dornelles, com a benção de Maluf.

O jantar foi na casa do deputado federal Pedro Henry (PP-MT), velho conhecido de José Serra do tempo do escândalo sanguessuga, das ambulâncias, do qual é réu. Quando Serra era ministro da Saúde no governo FHC, Henry estava no PSDB.

A imprensa agora trata os dois políticos com reverência quando apoia José Serra. Até pouco tempo, Henry foi tratado como "mensaleiro", por envolver-se também no escândalo do mensalão de Roberto Jefferson, onde também é um dos réus.

Em eleições, apoios não se dispensam (contanto que as conversas girem dentro de assuntos republicanos), mas imaginem se esse jantar fosse com o lideranças do PT, o escarcéu que a imprensa demo-tucana estaria fazendo.

Pedro Hernry e Paulo Maluf tiveram experiências desagradáveis com a Polícia Federal no governo Lula. Pelo jeito contam com a certeza de que com José Serra, eles "poderiam mais".


Nas fotos, evento em Mato Grosso, em 2001, de entrega de ambulâncias, que depois descobriu-se que eram superfaturadas. Com a participação dos irmãos Vedoin, junto com o então ministro José Serra (PSDB/SP) e Pedro Henry (no PSDB/MT nesta época).

O evento também violou a lei eleitoral, ao promover pessoalmente nomes de deputados e de José Serra nas ambulâncias, que eram bens públicos.

Fonte: Amigos do Presidente Lula

Gente que engana


O Conversa Afiada reproduziu o post do Cloaca News. Nós vamos ajudar propagar na rede web

Vamos refrescar a memória do PSDB...Gente que mente e engana você!!

O governo do tucano Fernando Henrique Cardoso – do qual Zé Chirico foi ministro do Planejamento e da Saúde – entregou o país ao seu sucessor com a taxa de juros na casa dos 25%.

Anteontem, dia 28, depois de sofrer um aumento, ela passou a ser de 9,5%.

Confira o histórico da taxa SELIC aqui.

Com ajuda do querido leitor Antonio Carlos, vamos fazer uma breve comparação, do governo Lula e o governo FHC, para refrescar a memória cansada do tucano José Serra:

1. Veja a comparação do Brasil antes -com FHC- e depois com Lula.

* Nos tempos de FHC, o Risco Brasil estava em 2.700 pontos.

Nos tempos de Lula, 200 pontos.

* O salário mínimo quando Lula assumiu a Presidência da República, em 2003,estava em 64 dólares.

Agora, está entre 290 e 300 dólares.

* O dólar que valia R$ 3, agora vale R$ 1,78.

* FHC não pagou a dívida com o FMI, pelo contrário, emprestava ainda mais.

Lula pagou em dólar e passou a emprestar para o FMI.

* A indústria naval, tão importante para o desenvolvimento do País, FHC não mexeu.

Lula reconstruiu.

* FHC não construiu nenhuma nova universidade.

Lula construiu dez novas universidades federais.

Quanto às extensões universitárias, no governo tucano não houve nenhuma.

No governo Lula foram 45.

* As escolas técnicas foram esquecidas na era FHC. Ele não construiu uma sequer.

Lula construiu 214.

* No campo da economia, as reservas cambiais no governo FHC foram 185 bilhões de dólares negativos.

No governo Lula, 239 bilhões de dólares positivos.

* O crédito para o povo/PIB no governo tucano foi de apenas 14%.

No governo Lula, com as políticas anticíclicas, alcançou 34%.

* Em relação à infraestrutura, FHC não construiu nenhuma estrada de ferro. Pelo contrário, privatizou.

No governo Lula, três estão em andamento.

* Quando Lula assumiu o governo, 90% das estradas rodoviárias estavam danificadas.

Agora na era Lula, 70% estão recuperadas.

* No campo da indústria automobilística, na era FHC, 20% em baixa.

Na era Lula, 30% em alta.

* Nos oito anos em que FHC presidiu o País, houve quatro crises internacionais, que arrasaram o Brasil.

Na era Lula, foi enfrentada uma grande crise, que o Brasil superou em razão das reservas acumuladas e das políticas anticíclicas empreendidas pelo governo.

* O cambio no governo FH era fixo, e estourou o Tesouro Nacional.

No governo Lula é flutuante, com ligeiras intervenções do Banco Central.

* A taxa de juros Selic atingiu na era FHC incríveis 27%.

No governo Lula chegou ao seu menor percentual desde quando foi criada, em 1983, 9,5%.

* A mobilidade social no governo tucano foi de apenas 2 milhões de pessoas.

No governo Lula, 23 milhões de pessoas saíram da linha de pobreza.

* FHC criou apenas 780 mil empregos em oito anos. Lula criou 12 milhões.

* O governo tucano nada investiu em infraestrutura.

Com o PAC Lula pretende investir R$ 504 bilhões até 2010 para o Saneamento Básico,Moradia Etc.

* No mercado internacional, o Brasil no governo FHC não teve crédito.

No governo Lula, o País foi reconhecido como investment grade pelas três maiores agências de classificação de risco internacionais. Deixamos de ser um país em que o capital externo só entrava para especular para ser um país de investimentos.

Lula fez mais:
* Somos respeitados no mundo inteiro como sendo o País do presente,da Copa e das Olimpíadas.

* Lula deu um aumento real (acima da inflação) de 54% ao salário
mínimo.

* Com Lula, para todas as categorias de trabalhadores, o aumento real médio foi de 26% acima da inflação.

* O PROUNI colocou milhares de jovens (muitos deles carentes) no Ensino Superior.

* Taxa de desempremprego a 7% (a taxa nos EUA "primeiro mundo", está a 10%. Espanha, 20%).

* O programa Minha Casa Minha Vida, deu lar a milhares de brasileiros carentes.

* No governo Lula, o Bolsa Família nasceu para enfrentar o maior desafio da sociedade brasileira, que é o de combater a fome e a miséria, e promover a emancipação das famílias. Lula conseguiu

Não troque o certo pelo duvidoso. Para dar continuidade ao governo Lula...Agora é Dilma

Fonte: Amigos do Presidente Lula

Poderosa, mas nem tanto:Até o momento, Globo registra a pior audiência da década

Prestes a completar 45 anos, a Rede Globo chega ao fim de abril com a pior média diária de audiência da década: 16,8 pontos de Ibope. Porém, ainda faltam oito meses para a emissora tentar reverter o quadro.

Em 2000, a média diária de audiência da Globo foi de 20 pontos. Em 2002, 20,3; e em 2003, 21. Em 2004, o melhor resultado da década: 21,7 pontos. Em 2007 a emissora iniciou o período de perda de audiência, com 18,7 pontos, seguidos por 17,4 e, 2008 e 2009.Com informações de O Estado de S. Paulo - Enviado por Stanley 

Enquanto isso, num apartamento de Higienópolis...

Via Diário Catarinense.

Eles têm mais é que aplaudir



Como é patética a direita brasileira, não? Foi questão de minutos, desde o momento em que saiu a notícia de que o presidente Lula encabeça a lista da revista Time das cem pessoas mais influentes do mundo, para que o portal G1 tentasse minimizar o fato com uma versão idiota de que não era bem assim, de que o presidente não tinha sido considerado a pessoa mais influente do mundo, mas, “apenas”, tinha sido colocado no topo de uma lista contendo 25 dos cem nomes.

Detalhe: a lista não foi feita em ordem alfabética.

A versão burra da Globo para “explicar” por que o político que ela não pára de tentar ridicularizar, insultar e acusar mereceu tamanha honraria justamente dos EUA foi a de que, “Segundo o setor de Relações Públicas da revista [Time], a decisão de colocar Lula como ‘número um’ se deu meramente por ‘razões editoriais’. ‘Os editores da revista consideraram que seria mais interessante colocar o texto de Michael Moore sobre Lula como o primeiro, o que não significa que exista um ranqueamento’ ”.

Ora, pode até não existir “ranqueamento” – supondo-se que realmente tenha existido essa declaração do “setor de relações públicas” –, mas isso só torna mais importante os editores da revista Time terem achado que Lula é que deveria encabeçar uma lista que não foi feita em ordem alfabética, pois, assim, a única posição de relevo naquela lista é a de quem foi escolhido para encabeçá-la.

E o mais espantoso foi a matéria ter dito que não foi Lula o escolhido para encabeçar a lista, mas “o texto de Michael Moore”.

Também tentaram desqualificar o fato de o presidente brasileiro ter sido colocado no primeiro lugar da lista da publicação americana insinuando, de forma ainda mais burra, que tal fato se deveu ao texto homenageando Lula ter sido escrito pelo cineasta Michael Moore, tido como esquerdista. Burros. Ele não escolheu nosso presidente, apenas escreveu o texto de homenagem. Quem escolheu Lula foi a revista.

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Viva nossa elite subdesenvolvida!


Os jornais brasileiros passaram o dia diminuindo o tamanho da notícia da Time que apontava Lula como o líder mais influente, até ao ponto de criar uma confusão tal que, como me advertiu um leitor, a própria revista americana tirou a numeração de sua lista, embora o mantivesse no topo, porque a escolha é subjetiva, por parte de seus editores.

Vamos ver, porém, como são as notícias na mídia internacional, tema para o qual me chamou a atenção o comentarista Ademar Henrique, que copiou os textos em várias intervenções aqui, anexando os textos.

Vou colocar apenas os títulos e os links no Google News:

Agência France Press:
Lula es la personalidad más influyente del mundo, según Time

Europa Press:

Lula da Silva, líder más influyente del año

Agência EFE e Jornal ABC (Espanha)

Lula da Silva elegido la persona más influyente del mundo

E por aí vai. Veja na página de comentários do outro post, clicando aqui, o excelente clipping da imprensa intenacional que o Ademar realizou. Não preciso repetir aqui.

Mas vou colocar um que ele não vai botar, aposto. É do Bangkok News, da Tailândia:

Gaga, Clinton, Lula top Time’s influence list

Viva a imprensa brasileira, que fez o que põde para desmerecer um reconhecimento da importância, nem tanto de Lula, mas que o Brasil pode ter no mundo, se não viver de joelhos.

Por isso, como homenagem às nossas elites mentalmente subdesenvolvidas, coloco em vídeo um trechinho da Canção do Subdesenvolvido, de Carlos Lyra e Francisco de Assis, uma sátira brilhante, feita nos anos 60.

Fonte: Tijolaço

Lula pendura FHC no pescoço do Serra


Lula massacra FHC no horário nobre

Presidente Lula convocou rede nacional de televisão e fez um balanço do governo.

Ressaltou como o Brasil melhorou no governo dele em relação a FHC.

Principalmente, o crescimento econômico aliado à inclusão social.

Lula enfatizou o crescimento da classe média e a redução da pobreza.

Ali não teve uma preposição inocente.

Até as vírgulas apontavam para o peito do Serra.

Paulo Henrique Amorim


Em tempo: Logo em seguida, o jornal nacional subtraiu das manchetes a notícia desprezível de que a revista Time, uma das mais famosas do mundo, colocou Lula no primeiro lugar da lista dos líderes mais influentes do mundo. Os filhos do Roberto Marinho não se permitiriam admitir que foram apunhalados pelas costas.

Em tempo 2: No horário eleitoral gratuito, dentro do jornal nacional, o PP ressaltou o trabalho do Ministério das Cidades, que opera o programa Minha Casa Minha Vida, da Caixa Econômica. Até o PP pendurou o FHC no pescoço do Serra.


Veja abaixo o pronunciamento do presidente Lula



Fonte. Conversa Afiada

Michael Moore mostra quem pode mais. José Serra, fica enciumado

Inveja pode matar tucano
No twitter, José Serra disse para seus seguidores". "Não é um ranking. O Presidente Lula é um dos 25 líderes da revista Time". "Parabéns ao Presidente Lula do mesmo jeito"

José Serra, está usando a inclusão de Lula na lista de líderes da revista 'Time', para aparecer na mídia. Se ele, realmente tivesse intenção séria de parabenizar o Presidente, teria feito por um telefonema,e não através da imprensa

O jornal O Estado de S.Paulo, publicou uma série de fotos do Presidente Lula, ao lado, um texto, diz "Umas das marcas da sua atuação política é o diálogo. Os chapéus, bonés, capacetes, quipás, turbantes entre outras indumentárias que ele vestiu nesses últimos anos, em diversos lugares e circunstâncias, mostram um pouco da sua atuação política." Veja aqui as fotos Esse momento "bondade" do jornal, deveria acontecer sempre, e não apenas no momento em que Lula é eleito pela revista americana “Time” como o líder mais influente do mundo.


Amorim não se surpreende com Lula no topo da Time

O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, respondeu com ironia à pergunta sobre a indicação do Presidente Lula  como a pessoa  mais influente do mundo pela revista norte-americana Time. "Para vocês é uma surpresa?", indagou Amorim.

Perguntado se isso poderia avalizar o Presidente para algum posto em fóruns internacionais, respondeu:"o presidente Lula é maior do que isso".

A revista divulgou hoje sua lista de pessoas mais influentes do mundo. Lula está no topo do ranking, enquanto o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, aparece em quarto no levantamento. O artigo sobre Lula é assinado pelo documentarista Michael Moore.Aqui

Chora PSDB: "Time" elege Lula o líder mais influente do mundo Economia

Presidente Lula é o primeiro na categoria 'leaders'. Obama ficou em quarto lugar na mesma relação

O Presidente Lula foi eleito nesta quinta-feira (29) pela revista americana “Time” como o líder mais influente do mundo. Lula encabeça o ranking de 25 nomes e é seguido por J.T Wang, presidente da empresa de computadores pessoais Acer, o almirante Mike Mullen, chefe do Estado-Maior Conjunto dos Estados Unidos, o presidente americano Barack Obama e Ron Bloom, assessor sênior do secretário do Tesouro dos Estados Unidos.

No perfil escrito pelo cineasta Michael Moore, o programa Fome Zero  é citado como destaque no governo do PT como uma das conquistas para levar o Brasil ao “primeiro mundo”. A história de vida de Lula também é ressaltada por Moore, que chama o presidente Lula de “verdadeiro filho da classe trabalhadora da América Latina”.

A revista lembra quando Lula, aos 25 anos, perdeu sua primeira esposa Maria grávida de oito meses pelo fato dos dois não terem acesso a um plano de saúde decente. Ironizando, Moore dá um recado aos bilionários do mundo: “deixem os povos terem bons cuidados de saúde e eles causarão muito menos problemas para vocês”.

A lista mostra os 100 nomes de pessoas mais influentes do mundo em diversas áreas –líderes da esfera pública e privada, heróis, artistas, entre outros.

Entre os líderes em destaque também estão a ex- governadora do Alasca e ex-candidata republicana à Vice-Presidência, Sarah Palin; o diretor do FMI (Fundo Monetário Internacional), Dominique Strauss-Kahn; os primeiros-ministros japonês e palestino, Yukio Hatoyama e Salam Fayyad, e o chefe do Governo da Turquia, Recep Tayyip Erdogan.Reuters

The World's Most Influential People:Luiz Inácio Lula da Silva

Quando, pela primeira vez os brasileiros elegeram Luiz Inácio Lula da Silva presidente em 2002, os barões ladrões do país nervosamente verificaram os medidores de combustível de seus jatos particulares. Eles  transformaram o Brasil em um dos lugares mais desiguais do planeta, e agora parecia que chegara a hora desta conta ser cobrada. Lula, 64 anos, era um verdadeiro filho da classe trabalhadora da América Latina – na verdade, um membro fundador do Partido dos Trabalhadores – e já tinha sido preso uma por liderar greve.


No momento em que Lula, finalmente, conquistou a presidência, após três tentativas fracassadas, ele já se tornara uma figura familiar na vida  brasileira. Mas o que o levou para a primeiro lugar da política? Foi seu conhecimento pessoal do quão duramente muitos brasileiros têm de trabalhar para so
breviver? Ser forçado a abandonar a escola depois da quinta série para sustentar sua família? Trabalhar como engraxate? Perder parte de um dedo em um acidente de trabalho?Não. Foi quando, aos 25 anos, viu sua esposa Maria morrer durante o oitavo mês de gravidez, junto com seu filho, porque não podiam pagar os cuidados médicos decentes.

Há uma lição aqui para bilionários do mundo: deixar que as pessoas têm bons cuidados de saúde, e eles causam muito menos problemas para vocês.


E aqui está uma lição para o resto de nós: a grande ironia da presidência de Lula – ele foi eleito para um segundo mandato em 2006 e que terminará este ano – é que, mesmo enquanto ele tenta impulsionar o Brasil ao Primeiro Mundo com programas sociais do governo como o Fome Zero, que visa acabar com a fome, e com planos de melhorar a educação oferecida aos membros da classe trabalhadora do Brasil, os EUA se parecem mais com o antigo Terceiro Mundo a cada dia.
O que Lula quer para o Brasil é o que costumamos chamar o sonho americano. Nós, os EUA, onde os 1% mais ricos possuem agora mais riqueza do que os 95% mais pobres somados, estamos vivendo em uma sociedade que está rapidamente se tornando mais parecida com o Brasil.”

 Outras homenagens
Lula já havia recebido outras homenagens de jornais e revistas importantes no cenário internacional. Em 2009, foi escolhido pelo jornal britânico "Financial Times" como uma das 50 personalidades que moldaram a última década.

Também foi eleito o "homem do ano 2009" pelo jornal francês 'Le Monde', na primeira vez que o veículo decide conferir a honraria a uma personalidade. No mesmo ano, o jornal espanhol 'El País' escolheu Lula o personagem do ano. Na ocasião, Zapatero redigiu o artigo de apresentação do Presidente e disse que Lula 'surpreende' o mundo.
Veja abaixo a lista dos 10 líderes mais influentes da Time

1 -  Luiz Inácio Lula da Silva
2 - J.T. Wang
3 - Admiral Mike Mullen
4 - Barack Obama
5 - Ron Bloom
6 - Yukio Hatoyama
7 - Dominique Strauss-Kahn
8 - Nancy Pelosi
9 - Sarah Palin
10 - Salam Fayyad

(Confira a lista completa no site da revista)

Refinaria Abreu e Lima dará equilíbrio à balança comercial Brasil-Venezuela

O equilíbrio da balança comercial entre Brasil e Venezuela foi um dos pontos defendidos, nesta quarta-feira (28/4), pelo presidente Lula durante cerimônia de assinatura de atos de cooperação com o presidente Hugo Chávez. E este ponto será concretizado, afirmou, quando a refinaria Abreu e Lima entrar em operação no estado de Pernambuco. A planta é empreendimento conjunto entre a Petrobras e a PDVSA que deve estar a pleno vapor em 2012. Aproveitando a reunião entre os presidentes Lula e Hugo Chávez (Venezuela), o Blog do Planalto entrevistou com exclusividade o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, que contou sobre os planos da Abreu e Lima e o acordo de GNL (Gás Natural Liquefeito).

Na conversa, Gabrielli tratou também dos investimentos que a estatal terá em 2010, bem como a comparação do volume de recursos aplicado em 2009 e aquilo que será feito neste ano. Além disso, a Brasken firmou acordo com a Pequiven para compra de nafta petroquímica para também ajudar no equlíbrio comercial dos dois países. Em 2007 foi firmado acordo que agora é ampliado para construção de duas empresas mistas no complexo industrial Anzoátegui: Propilsur e Poliamérica.

Em 2008, o fluxo de comércio Brasil-Venezuela ficou em US$ 5,7 bilhões, com uma grande vantagem para as indústrias brasileiras que, naquele ano, exportaram US$ 5,1 bilhões. As importações brasileiras atingiram US$ 538,5 milhões. No ano passado, quando a crise financeira internacional se intensificou, a balança chegou aos US$ 4,2 bilhões, com US$ 3,6 bilhões referentes às vendas externas e US$ 581,6 milhões de importações. No primeiro trimestre de 2010, a corrente de comércio mostra uma recuperação, mas os negócios ainda são mais vantajosos para as empresas nacionais que exportaram US$ 777,6 milhões. De janeiro a
março, as importações da Venezuela atingiram US$ 237 milhões, consequência do aumento da compra de nafta petroquímica da PDVSA pela Brasken.

Fonte: Blog do Planalto

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Brasil Atual: Pedágio paulista pode mais

Pedágio de SP é mais caro que de rodovias dos Estados Unidos

Por: Suzana Vier, Rede Brasil Atual


Cruzar a Flórida de Norte a Sul é 75% mais barato que trajeto semelhante em São Paulo. Na imagem, a autopista “Florida´s Turnpike” (Foto: Divulgação/Departamento de Transporte da Flórida)

São Paulo – Viajar de norte a sul no estado da Flórida, sudeste dos Estados Unidos, pela Rodovia Florida´s Turnpike custa US$ 21,20 em pedágios. O valor equivale a R$ 37,31, por 492,62 quilômetros percorridos. No estado de São Paulo, um trajeto de distância semelhante, da cidade de São José do Rio Preto à capital paulista custa R$ 61,50, por 440 quilômetros percorridos.

O custo pago pelos paulistas em relação à distância é quase o dobro. A tarifa de pedágio por quilômetro rodado nos Estados Unidos é de R$ 0,08. Na viagem de São José do Rio Preto a São Paulo, cada mil metros implicam R$ 0,14.

Simulação realizada pela Liderança do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) indica que na Rodovia Anchieta, que liga a cidade de São Paulo à Baixada Santista, considerando a mesma quilometragem percorrida na Flórida, o pedágio por quilômetro fica ainda mais caro: R$ 0,16.

O estudo mostra que trafegar pelas principais rodovias de São Paulo como Washington Luís, Castello Branco, Bandeirantes, Anhanguera, Imigrantes e Marechal Rondon fica bem mais caro que andar pelas estradas da Flórida.

Começamos a furar o silêncio sobre a fraude

Graeff, brucutu-chefe da guerra suja tucana na web

Acho que deu certo a gente detonar essa discussão sobre os ataques tucanos na internet. O PT já fala em medida judicial contra o PSDB e até a Folha de S.Paulo teve que entrar no assunto. Reproduzo abaixo o texto publicado na Folha Online.

Petistas acusam coordenador de Serra de comandar “guerra suja” na internet

TAI NALON

colaboração para a Folha

O PT estuda acionar juridicamente o PSDB pelo registro de sites que incitam uma suposta “guerra suja” entre militâncias na internet. Um dos sites questionados é o gentequemente.org.br, que traz críticas ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e à pré-candidata petista Dilma Rousseff.

O site entrou no ar em meados de 2009. Também causa polêmica o fato de o coordenador de campanha do pré-candidato à Presidência José Serra (PSBD), Eduardo Graeff, ter registrado o domínio petralhas.com.br –que está inativo. O nome de Graeff e do ISD (Instituto Social Democrata (ISD), entidade ligada ao PSDB, constam do registro do domínio do site.

Petistas usaram o episódio, nas redes sociais, para acusar Graeff de comandar uma “infantaria cibernética” que dispara boatos sobre a pré-candidata petista Dilma Rousseff e seus correligionários.

O deputado André Vargas, diretor de comunicação do PT, acusou Graeff em seu Twitter de ser “articulador das baixarias do PSDB” e incitar uma “guerra suja” na internet. O deputado Brizola Neto (PDT) reproduziu imagens do registro dos domínios em seu site e questionou a conduta tucana.

A Folha apurou que o site em questão está de fato no nome do coordenador de Serra. Graeff, além de membro do PSDB, é conselheiro do ISD, que, em seu estatuto, se apresenta como “uma sociedade civil sem fins lucrativos, destinada a promover o debate e a divulgação de idéias e teses da social democracia”. No registro do site na internet, o ISD e Graeff também aparecem como detentores de outros domínios, como sitedoserra.com.br e serra2010.com.br.

Outro site que dispara críticas aos petistas é o gentequemente.org.br, registrado pelo PSDB. Parecido com um blog, o endereço tem por objetivo desmentir declarações e fatos que envolvem petistas –notadamente Dilma.

Leia mais

No plenário, a denúncia da sujeira tucana na web

Embora eu não tenha ficado satisfeito com meu próprio desempenho, acho que cumpri meu papel hoje, ao falar na tribuna da Câmara, da verdadeira fábrica de manipulação,  calúnias e difamação que a direção do PSDB está promovendo na internet e que eu denunciei, com documentos incontestáveis, aqui e aqui.Entreguei os documentos aos líderes do PT. De agora em diante, a decisão de levar à Justiça é deles, não me cabe.

Vou reproduzir  abaixo as notas da taquigrafia com o que disse – daqui a pouco posto em vídeo, inclusive a discussão que tive com o líder tucano, Antonio Carlos Pannunzio, que, sem ter o que responder, foi questionar meu direito de falar ao plenário, usando, como sempre, a tática de censurar quem diz a verdade. Fui à tribuna, como fica claro, como líder do PDT, pois sou, até junho, o 1° vice-líder e, na ausência do líder, tenho tal franquia. Registro também que o deputado Dagoberto, o atual líder do PDT, ausentou-se para que eu pudesse assumir e falar, solidário à importância do que eu tinha a dizer e cedendo-me, com a gentileza de sempre, o espaço.


Nos Blogs:
O discurso na Câmara

Imagine se o PT, o PDT ou outro partido que apóia Dilma tivesse no seu site oficial um link para outro site – também registrado em nome do partido – intitulado “Gente que Mente” , dedicado exclusivamente a atacar o tucanato, o que aconteceria. Folha, Globo, Estadão, todos eles estariam caindo em cima: “Dilma monta site para atacar adversários”, não seria um título plausível para este caso?

E se sucederiam notas e artigos protestando contra a baixaria… Alguns dirigentes gaguejariam, diriam não concordar com isso, que a campanha teria de ser de “alto nível”, com propostas, não com ataques pessoais…Logo iam pedir – e levar – a cabeça do “interneteiro” responsável, que teria seu rosto exposto nas páginas e, isolado, ia acabar dizendo, sob a incredulidade geral, que a direção do partido e a candidata não sabiam de nada. Ninguém iria acreditar, e com razão…

Pois bem. Desafio publicamente a direção do PSDB, o senhor José Serra e a grande imprensa brasileira a dizerem se não é exatamente isso que o PSDB – sob as ordens diretas do Sr. Eduardo Graeff, ex-secretário de FHC, coordenador da campanha serrista e membro da Direção Nacional do PSDB -  está fazendo. Faz e faz com a cumplicidade geral.

Reproduzi a página do site oficial do PSDB (www.psdb.org.br), tomada às 22:30 de hoje. Ali há um banner rotativo (onde os links se sucedem) apontando para o site www.gentequemente.org.br , dedicado a publicar acusações e chamar de mentirosos Lula e Dilma. O mesmo nome, só que com a terminação com.br, está registrado no mesmo nome da empresa que faz o site www.amigosdoserra.com.br, a DDM.

Este  site não é de terceiros. Pertence ao PSDB, à direção nacional do partido, conforme você pode verificar com a página de registro no Comitê Gestor da Internet no Brasil.

O candidato José Serra age fraudulentamente quando elogia o governo Lula e diz que vai fazer uma campanha civilizada e de propostas, enquanto estimula que, sob a responsabilidade direta de seu partido, a guerra suja se espalhe na rede.

Não é um militante pró-serra que faz o site. Não é um parlamentar pró-serra. É o partido, é a instituição.

Eu ofereço os documentos, as provas. Mais que isso não posso fazer. Não posso ir à Justiça Eleitoral e à Cível em nome de Lula ou de Dilma, muito menos do PT. Posso ir à tribuna, nos poucos segundos de que um parlamentar dispõe nas sessões da Câmara. Posso publicar aqui. Posso combater sozinho, se não houver quem tenha a coragem de enfrentar as armações.

Mas, sozinho, posso pouco. Que aqueles que podem muito assumam suas responsabilidades.

Ou vamos ficar quietinhos, enquanto o jogo sujo – e milionário – campeia na rede?

Fonte: Tijolaço

terça-feira, 27 de abril de 2010

Aleluia, ex-anão, é como Arruda: adora um escândalo


   Aleluia (camisa rosa, calvo) gosta de andar próximo de baixinhos como ACM Neto

José Carlos Aleluia, o deputado do DEM que espalhou um texto falso com "denúncias" contra Dilma, é um parlamentar com longos serviços prestados à nação.

Primeiro, frequentou os relatórios da CPI dos Anões do Orçamento. Foi em 93. O DEM naquela época chamava-se PFL. Mas o Aleluia já era o Aleluia.  Ele foi denunciado por José Carlos Alves dos Santos (funcionário do Congresso, e pivô do escândalo) como um dos deputados a desviar recursos do Orçamento.

Acabou inocentado. Leia aqui o que a revista "Istoé" contou sobre o caso 

"Os deputados Sérgio Guerra (PSDB-PE) e José Carlos Aleluia (PFL-BA) estão entre os parlamentares citados por José Carlos Alves como integrantes do esquema da corrupção do Orçamento e que foram inocentados pela CPI, aberta diante da gravidade das denúncias. Mas o fato de o relator, deputado Roberto Magalhães (PFL-PE), tê-los inocentado gerou suspeitas na época. Falava-se em uma troca.

Magalhães teria aceitado livrar o correligionário Aleluia se em troca seu partido aceitasse liberar o conterrâneo Sérgio Guerra, que à época era filiado ao PSB."

Ou seja: Aleluia escapou por pouco em 93. Mas não aprendeu nada. Como o correligionário Arruda: afastado do Senado por fraude, Arruda chorou. Perdoado, elegeu-se governador. Foi em cana. E agora está deprimido.

Aleluia também é reincidente em escândalos. Treze anos depois do caso dos anões, lá estava Aleluia de novo, no escândalo das ambulâncias em 2006 

Aleluia acha que é malandro. Agora, partiu pra cima da Dilma. Com um texto falso.

Aleluia é um homem alto. Mas, politicamente, tem o mesmo tamanho que já exibia em 93: é um anão!

Vejam o que ele andou aprontando agora 

Fonte: Escrivinhador

Terra Magazine: Aleluia embarcou na demonização de Dilma. Se deu mal

Claudio Leal, no Terra Magazine

A jornalista e apresentadora Marília Gabriela está indignada com a divulgação de um texto – falsamente atribuído a ela – contra a pré-candidata à presidência, Dilma Rousseff (PT). “Não tem nada a ver comigo”, diz a Terra Magazine, por telefone. Marília decidiu procurar assistência jurídica, nesta terça-feira, depois de ver o pseudo-libelo antipetista ser reproduzido pelo site do deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA), que apoia a candidatura de José Serra (PSDB). “O próximo passo é procurar meus advogados”.

Num tom agressivo, o desabafo “Quem tem medo da ‘doutora’ Dilma?” ataca a ex-ministra da Casa Civil com paralelos zoológicos:

- Vou confessar: Morro de medo de Dilma Rousseff. Esse governo que tem muitos acertos, mas a roubalheira do governo do PT e o cinismo descarado de Lula em dizer que não sabia de nada nos mete medo. Não tenho muitos medos na vida,além dos clássicos: de barata, rato, cobra.

E lembranças escolares inverídicas:

- Dilma personifica, para mim, aquele pai autoritário de quem os filhos morrem de medo, aquela diretora de escola que, quando se era chamada em seu gabinete, se ia quase fazendo pipi nas calças, de tanto medo.

Às 14h54, ao ser informada sobre o desmentido, a assessoria do deputado Aleluia se dispôs a retirar o texto do site. O “Blog do horaciocb” é indicado como a fonte. O advogado de Marília encaminhou uma notificação ao parlamentar.

O artigo se espalhou em redes sociais e blogs, embora a jornalista utilize a internet somente para “para fazer pesquisas, leituras, nunca pra escrever textos e publicar dessa forma idiota”, como descreve. “Isso não é novo. Começaram há dois meses. O Carlos Brickman, no Observatório da Imprensa (em março), desmentiu. Mas não adiantou. Sou uma jornalista inteligente, tenho uma carreira de 40 anos. Só se eu fosse maluca! Não sou ligada a nenhuma rede social”.

Leia mais

Banho de teflon


Não deve ser exagero dizer que Dilma Rousseff, que debuta eleitoralmente neste ano, já sofreu uma campanha de destruição moral por parte da imprensa maior do que qualquer uma das que sofreu seu mentor, o presidente Lula, em seus mais de trinta anos de vida política.

Puxei pela memória – coisa que não me falta, como bem sabem os leitores mais antigos – e em nenhum momento da história contemporânea do país encontrei tal empenho dos grandes meios de comunicação em destruir a imagem de alguém.

Eis o que afasta as mulheres da política e explica por que elas, no Brasil, apesar de serem mais da metade da população, representam apenas cerca de dez por cento dos políticos. Para elas, seres sensíveis criados para dar amor aos filhos que geram, é mais difícil se exporem a ataques como os que Dilma está sofrendo.

É que as mulheres, quando se metem em política, a primeira agressão que sofrem é quanto ao aspecto sexual. Tal como vem acontecendo com Dilma, primeiro tratam de pintá-las como “vagabundas”.

Em blogs como o do Esgoto da Veja ou o do Noblat ou o do Josias de Souza ou como naqueles blogs apócrifos lá de Santa Catarina, os trolls postam comentários – os quais os blogueiros fingem não ver – acusando a candidata petista de ter sido “prostituta de guerrilheiros”, por exemplo.

Nos grandes jornais do PSDB (Folha, Estadão etc.), nos programas políticos da Globo News ou da CBN, nas revistas semanais, etc. e etc., Dilma é sempre pintada como mentirosa ou como incompetente pelas Elianes Cantanhêdes, Cristianas Lobos, Doras Kramer etc. Já a sua campanha, está sempre em crise. Mulheres para atacar mulher, essa é a estratégia.

Devem existir poucos seres humanos tão degenerados e incompetentes quanto essa Dilma que a imprensa golpista pinta.

Quem é da classe média das grandes cidades do Sul e do Sudeste tem a impressão de que a população está acreditando na imprensa quando ela diz que Dilma é tudo de ruim e que Serra, que só aparece bem na foto nos veículos supra mencionados e nos seus apêndices, é tudo de bom.

Globos, Folhas, Vejas e Estadões acham que as pessoas não notam o que estão fazendo.

Vejam só esse caso da foto de Norma Bengel no blog oficial de Dilma. A Folha de São Paulo, de longe o órgão de imprensa mais fiel a José Serra, pôs dois dos seus principais colunistas para atacarem a candidata do PT nos artigos A candidata Bengell e Norma Rousseff , nos quais ela é insultada virulentamente.

Alguém me sugeriu que a mídia deveria ter feito a mesma coisa com o plágio que a Veja fez para Serra da capa da revista Time, na qual Obama apareceu, em 2008, fazendo a mesma pose “meiga” que Serra fez há pouco na capa da publicação brasileira.

Não acho. Isso é coisa de marqueteiro e marqueteiros fazem essas coisas. O eleitorado não dá a menor bola, sobretudo em uma eleição como essa, quando a preocupação das pessoas é a de que o Brasil não volte a ser o que era. Claro que a Veja atuar como marqueteira de Serra é um fato relevante, mas não para o público. Talvez para a Justiça Eleitoral. Mas, para o público, tudo isso não vale nada.

A mídia, ao atacar Lula ininterruptamente por tanto tempo, terminou por envolvê-lo em uma camada de “teflon”. Isso havia acontecido com Maluf. Acontece porque se chega a um ponto em que as acusações já viram rotina e as pessoas passam a desconfiar.

Maluf se beneficiou do excesso de críticas por muito tempo até que ficasse demonstrado que as críticas que recebia tinham fundamento, o que envergonhou seu eleitorado e fez com que ficasse com raiva de seu eterno candidato. Mas se não tivesse sido preso, se não tivessem aparecido tantas provas contra ele, se tivesse ficado só na acusação, ele ainda seria um campeão de votos.

Como com Lula não aconteceu o que aconteceu com Maluf, até porque o presidente, à diferença do velho capo paulista, é um político de vida inatacável, esses sete anos e tanto de baixarias e ataques incessantes foram literalmente jogados fora.

Por tudo que aprendi de política nesses quase quarenta anos em que me interesso por ela de uma forma que chega a fazer as pessoas pensarem que tenho interesses próprios no assunto, estou convicto de que estão dando em Dilma Rousseff o mesmo banho de teflon que deram em Lula e em Maluf.

Fonte: Cidadania

EUA pedem que cidadãos evitem viajar ao Guarujá devido à violência


Governo Serra desvalorizou os imóveis da classe média que passava fim de semana no Guarujá. E que vai votar nele

O Conversa Afiada reproduz email do amigo navegante Elias Avelar:

Enviado em 27/04/2010 às 9:15

Olá PHA, tudo bém?

Veja mais essa na Chuiça:

Deu no UOL e na CBN

EUA pedem que cidadãos evitem viajar ao Guarujá devido à violência.

O órgão do governo dos EUA responsável pela segurança de seus cidadãos no exterior recomendou, em comunicado, que os norte-americanos “evitem viajar” para quatro das maiores cidades do litoral paulista –Santos, Guarujá, São Vicente e Praia Grande– até que a onda de violência da última semana esteja encerrada.

Clique aqui para ler a íntegra.

Fonte: Conversa Afiada

PIB de 2010 será o 3º maior do mundo.


Barros contempla a vigorosa expansão da economia

Do amigo navegante Carlos Barbosa.

Deu no IG:

Octavio de Barros: PIB terá 3ª maior alta do mundo

Economista do Bradesco projeta expansão de 6,4% para o PIB brasileiro neste ano

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro terá em 2010 o terceiro maior crescimento entre as 30 maiores economias do mundo. Segundo Octavio de Barros, diretor de Pesquisa Macroeconômica do Bradesco, o Brasil deverá crescer 6,4% neste ano, “podendo chegar a 7%”.

Falando a uma plateia de investidores internacionais no evento Brazil Internacional Summit, organizado pela Terrapinn, nesta terça-feira, em São Paulo, Barros destacou que a taxa é “acima do que podemos crescer”. Nas projeções do economista, o crescimento sustentável do PIB está na casa dos 4,7%. “Poderia crescer mais, mas somos céticos com relação ao apetite por reformas.”

Clique aqui para ler a matéria de Klinger Portella no portal IG

Fonte: Conversa Afiada

Americanos não pisam no Guarujá e Cabral pacifica todas as favelas da Tijuca


O Salgueiro terá paz para ganhar todos os carnavais

Saiu no Globo:

Cabral diz que todas as comunidades da Tijuca serão pacificadas em 2010

RIO – O governador Sérgio Cabral afirmou nesta terça-feira que todas as comunidades da Tijuca serão pacificadas em 2010. Na quarta-feira, o Batalhão de Operações Especiais (Bope) começa a ocupação no Morro do Borel , a primeira comunidade no bairro a receber uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), que também vai atender os moradores dos morros da Formiga e da Casa Branca.

Clique aqui para ler a matéria completa no site do O Globo

Enquanto isso, na Chuíça (*),

Chefe da Polícia Militar de São Paulo pede desculpas por morte de motoboy

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Álvaro Camilo, escreveu uma carta de três páginas à pedagoga Elza Pinheiro dos Santos, de 62 anos, pedindo desculpas pela morte de seu filho Eduardo, de 30 anos. O motoboy foi encontrado morto com traumatismo craniano e hemorragia à 0h10 do dia 10, três horas após ser abordado por policiais militares e levado para a 1ª Companhia do 9º Batalhão, na Casa Verde, zona norte de São Paulo.

O teor da correspondência indica que, para Camilo, o motoboy foi morto dentro do quartel. Nove policiais militares – um sargento e oito soldados – suspeitos de envolvimento na morte estão presos administrativamente. Segundo uma fonte da PM, o coronel escreveu a carta de próprio punho, datada de 23 de abril. No primeiro parágrafo, ele se dirige a Elza não como comandante-geral, mas como Álvaro Camilo e pede desculpas “pelo que, a princípio, pessoas insanas e desumanas fizeram à sua família”.

Clique aqui para ler matéria completa no site do Estadão

NAVALHA


Como torcedor do Salgueiro, que dá cor e luz à Tijuca, o Conversa Afiada agradece.

Engraçado, por que o Serra, que se preocupa tanto com o câmbio, por que ele não cambia a polícia do Guarujá? A Tijuca é um bairro de classe média.

O Guarujá é balneário de rico. O Serra não pode cometer erro tão grave.

E o Serra ainda quer criar um Ministerio da Segurança para o Guarujá.

Paulo Henrique Amorim


Gilmar Mendes ou Itagiba para ministro da segurança do Serra?


José Serra (PSDB/SP) coleciona fracassos na área de Segurança Pública em sua gestão no governo de São Paulo. Em março de 2009 seu secretário de segurança pública, Ronaldo Marzagão, caiu devido à denúncias de corrupção na secretaria, feitas ao Ministério Público.

Os índices de criminalidade em São Paulo subiram no ano passado e no primeiro trimestre deste ano. No Rio de Janeiro, estado vizinho, caíram. A Baixada Santista vive uma onda de ataques, assassinatos, e fechamento do comércio por ordem da facção criminosa PCC.

Para fugir de cobranças e "virar a página", Serra lança um factóide: a criação de um Ministério para a área de segurança, como se fosse a pílula mágica para resolver todos os problemas.

Acontece que já existe um ministério que cuida destas atribuições: é o ministério da Justiça.

Nesta área de segurança, a criação de mais um ministério pode ser mais nefasta do que ajudar, afinal um dos maiores desafios na segurança pública é integração de todas as forças, de todas as polícias (incluindo as estaduais e guardas municipais), dos cadastros, banco de dados, e compartilhamento de informações.

Para se ter idéia da integração necessária, a Receita Federal e o COAF são subordinados ao Ministério da Fazenda, mas dão apoio às investigações da Polícia Federal, sempre que necessário, identificando indícios de lavagem de dinheiro.

Nenhum órgão melhor do que o Ministério da Justiça para coordenar toda essa integração, que inclui até cooperação internacional, como o recente caso do bloqueio de contas bancárias na Suíça, de tucanos paulistas, devido à supostas propinas da ALSTOM.

Melhorar a segurança pública é melhorar a operação de cada órgão, de cada polícia, que compõe o sistema, e isso nada tem a ver com criar mais um ministério, para ser mais um órgão burocrático e político a entravar a integração.

A Polícia Federal ganhou eficiência no governo Lula justamente por ter uma atuação técnica, afastada de ingerência política, e de ter recebido verbas e recursos. O governo federal tem programas de apoio às polícias estaduais. Mas é preciso que os governos estaduais promovam o mesmo salto de qualidade nas polícias estaduais que já houve na Polícia Federal.

Polícia Federal é carreira de estado, e não de governo. Quanto mais autonomia, dentro das atribuições constitucionais, melhor.

A criação de mais um ministério político para atuar acima da Polícia Federal é o tão sonhado desejo de Gilmar Mendes de exercer controle sobre a instituição.

Por isso, por tras do factóide, há também o risco de Serra aparelhar politicamente a Polícia Federal, e algemá-la no combate à corrupção e crimes do colarinho branco, voltando aos velhos tempos demo-tucanos quando deputados e governadores indicavam superintendentes da PF nos estados, e gente como José Roberto Arruda (ex-DEMos) não eram "incomodados".

Aliás quem seria um "bom" nome para tal ministério num hipotético governo Serra?

Gilmar Mendes? Marcelo Itagiba?

Fonte: Amigos do Presidente Lula

Norma Benguell aprova uso de sua foto no site de Dilma e a elogia: "ela é maravilhosa, uma mulher que sofreu muito. Tomara que ganhe"

Para entender a história, no "site" na internet de Dilma tem fotos de passeatas da década de 60, misturadas com fotos pessoais de Dilma. A imprensa demo-tucana plantou um factóide dizendo que uma foto da atriz Norma Benguell estaria sendo usada como se fosse uma foto de Dilma. Não existe nada no "site", nenhum texto e nenhuma legenda que leve a tirar essa conclusão. Tudo não passou de interpretação pessoal maldosa de jornalistas demo-tucanos que odeiam Dilma.

A Folha de José Serra (Jornal Folha de São Paulo) procurou a atriz Norma Benguell, em busca de intrigas e ouviu o que não queria:

"Eu não vi, não. Uma amiga viu e me contou. Acho normal. Não tem nada que pedir desculpas [pelo uso da foto]. Fiz parte das passeatas contra a ditadura. Aliás, eu gosto da Dilma. Acho que ela é maravilhosa, uma mulher que sofreu muito. Tomara que ganhe...

... Não estou fazendo campanha. Ainda não. Já fiz do Lula, mas quando ele não era famoso. Ele ia à casa da Lucélia [Santos], e a gente ficava conversando. Agora eu não tenho uma decisão formada. Só simpatizo com a Dilma."

Mais um factóide de fofocas que não deu certo.

Fonte: Amigos do Presidente Lula

Demo mentiroso da turma de José Serra é desmascarado por Marília Gabriela

Marília Gabriela desmente autoria de texto com ataques contra Dilma e chama advogados: "É uma sacanagem"diz

A jornalista e apresentadora Marília Gabriela está indignada com a divulgação de um texto - falsamente atribuído a ela - contra a pré-candidata à presidência, Dilma Rousseff (PT). "Não tenho nada a ver com essa porra", diz a Terra Magazine. Marília decidiu procurar assistência jurídica, nesta terça-feira, depois de ver o pseudo-libelo antipetista ser reproduzido pelo site do deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA), que apoia a candidatura de José Serra (PSDB). "O próximo passo é procurar meus advogados".

Num tom agressivo, emails estão sendo repassados para atacar a ex-ministra da Casa Civil

O artigo se espalhou em redes sociais e blogs da extrema, embora a jornalista utilize a internet somente para "para fazer pesquisas, leituras, nunca pra escrever textos e publicar dessa forma idiota", como descreve. "Isso não é novo. Começaram há dois meses. O Carlos Brickman, no Observatório da Imprensa (em março), desmentiu. Mas não adiantou. Sou uma jornalista inteligente, tenho uma carreira de 40 anos. Só se eu fosse maluca! Não sou ligada a nenhuma rede social".

Repleto de adjetivos desairosos, o texto não combina com a personalidade da apresentadora do canal GNT, mas demonsta o nível da guerra que se trava na internet, neste período pré-eleitoral. "A internet é terra de ninguém. O problema é você ser vítima dessa terra de ninguém, não ter como controlar. É uma sacanagem", revolta-se Marília Grabriela.

"Não tem nada a ver comigo, não escrevo daquela forma, não tem meu estilo. Qualquer pessoa criteriosa vai perceber que uma jornalista como eu não iria fazer isso, assumir uma gracinha dessas. Eu vivo de entrevistas. Gostaria de entrevistar todos os candidatos. Não cometeria essa estupidez", reforça a apresentadora do "Marília Gabriela Entrevista". Com informações do Terra Magazine

Fonte: Amigos do Presidente Lula

Enquanto a nossa mídia trabalha para José Serra, imprensa estrangeira destaca Brasil como ator internacional

O jornal estrangeiro que mais citou o Brasil no primeiro trimestre foi o britânico Financial Times
A exposição do Brasil na grande imprensa estrangeira aumentou 65% no primeiro trimestre deste ano, com a maior parte das reportagens chamando atenção para o fato de o País estar despontando como um jogador importante na comunidade internacional, segundo pesquisa da agência de comunicação Imagem Corporativa.

O número de reportagens sobre o Brasil em grandes jornais, revistas e agências de notícias do exterior aumentou de 671 no primeiro trimestre do ano passado para 1.111 em período equivalente de 2010, das quais 82% são positivas.

O jornal estrangeiro que mais citou o Brasil no primeiro trimestre foi o britânico Financial Times, com 257 reportagens (veja gráfico – clique). Por sinal, o correspondente do diário no País, Jonathan Wheatley, adiantou ao Radar Econômico que publicará no dia 6 de maio mais um caderno especial sobre o Brasil – o terceiro em cerca de seis meses - desta vez sobre infraestrutura.

Depois do Financial Times, os que mais citaram o Brasil foram o argentino Clarín (com 127 menções), o norte-americano The Wall Street Journal (116) e o chileno El Mercurio (103).

A maior parte do conteúdo sobre o Brasil nesses jornais se refere à economia, dividida pela pesquisa em temas como: o País como “player interncaional” (28,7% das menções), empresas ou executivos brasileiros (20,3%), o País como local de investimento (16,6%); comércio exterior (9,4%) e negócios (5,5%) – como mostra o gráfico abaixo.

A pesquisa abrange veículos de comunicação de 11 países: Asahi Shimbun (Japão), China Daily (China), Clarín (Argentina), El Mercurio (Chile), El País (Espanha), Financial Times (Reino Unido), The New York Times (EUA), Le Monde (França), RIA Novosti (Rússia), The Economic Times of India (Índia), The Economist (Reino Unido), The Times of India (Índia), The Globe and Mail (Canadá), Wall Street Journal (EUA) e Washington Post (EUA).Da Agência Estado

Emprego com carteira assinada bate recorde. Bye-bye Serra 2010

Saiu no Estadão, pág. B1:

“Emprego com carteira assinada já passa de 50%.”

“Décimo terceiro salário, férias remuneradas, fundo de garantia e aposentadoria não são mais privilégios de uma minoria (como era no Governo do Farol – PHA). Dados do IBGE revelam que PELA PRIMERA VEZ EM 16 ANOS (ênfase minha – PHA), metade dos trabalhadores das metrópoles do País tem carteira assinada… A fatia de contratados em regime de CLT (do Dr Getúlio – PHA) atingiu 50,3% do total de ocupados em janeiro e 50,7% em fevereiro.”

“A formalização do trabalho e a recuperação dos salários demonstram como o Brasil saiu rápido da crise” ,disse o secretário geral da CUT, Quintino Severo.



NAVALHA

O Governo de que Serra foi o Grande Planejador criou 780 m mil empregos em oito anos.

O governo de que Dilma foi ministra vai criar, em 2010, 12 milhões de empregos.

No governo do Grande Planejador, o chique era dizer que os trabalhadores não precisavam de carteira assinada.

Que a informalidade era uma virtude.

Mostrava o espírito “empreendedor” do trabalhador brasileiro.

O Lula vai pendurar o Fernando Henrique no pescoço do Serra

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Serra ataca na blogosfera (pelas costas, como sempre)


Segundo Leandro, este homem, Graeff, é o chefe dos brucutus do Serra

Não perca a excelente reportagem de Leandro Fortes (*) na Carta Capital desta semana – pág. 28 – com o título: “Jogo sujo na rede”.

“Há insultos e baixarias de todos os lados, mas o PSDB montou um esquema na internet que inclui a ação de hackers e a propagação de calúnias variadas”.

O herói da operação (pelas costas) de Serra na internet é Eduardo Graeff, tesoureiro nacional do PSDB.

Graeff foi secretário-geral do governo de que Serra era o Grande Planejador e era muito ligado a Eduardo Jorge, aquele telefonava muito para o juiz Lalau.

Diz o Leandro: “… a rede de Graeff virou um ninho de brucutus que preferem palavrões, baixarias e frases afeitas a qualquer tipo de debate civilizado. O objetivo dessa turma é espalhar insultos ou replicar mentiras na rede mundial de computadores.”

É o velho Serra de sempre.

Antes, os dossiês eram impressos.

Hoje, vão pela internet.

O que muda é a mídia,

O conteúdo é o mesmo: sujo.

Fonte: Conversa Afiada

Veja : O esgoto do ex-Graeff

Estadão: Zé Inacabado não investiu R$ 1,3 bilhão no metrô. São Paulo pode mais

Saiu no noticiário: “Governo de SP deixa de investir R$ 1,3 bilhão no Metrô”:

E do cara-de-pau ainda se diz que “deixou a casa em ordem” para concorrer à presidência…

E pra onde foi o dinheiro então? Pagar a quadrilha pró-Serra da mídia??

Por AE, Agencia Estado, Atualizado: 26/4/2010 8:35

Governo de SP deixa de investir 1,3 bilhão no metrô

O governo do Estado de São Paulo deixou de investir R$ 1,3 bilhão na expansão da rede de metrô da capital paulista no ano passado. Ao todo, estava previsto um gasto de R$ 3,3 bilhões, mas foram aplicados R$ 2 bilhões. Segundo a Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô), não houve falta de recursos nas obras de expansão do sistema. A redução dos investimentos ocorreu principalmente pelo atraso na Linha 5-Lilás, cujas obras deveriam ter começado no início do ano passado, mas só foram iniciadas em agosto.

O trecho deixou de receber R$ 1 bilhão, o equivalente a 80% da verba prevista. Com isso, as Estações Adolfo Pinheiro e Brooklin-Campo Belo, que seriam inauguradas este ano, são prometidas agora só para 2011 pela empresa. O prolongamento prevê ampliação do ramal até a Chácara Klabin, interligando com a Linha 2-Verde e a Linha 1-Azul, na Estação Santa Cruz, até 2013.

Clique aqui para ler a íntegra.

Fonte: Conversa Afiada

Como Serra trata os pobres (mal).


Na foto, pessoas “normais”, porém sem casa (ainda não tem a estrela amarela no peito)

Após enchente, 17 moradores do Jardim Pantanal dividem um apartamento de 42 m²

O conjunto habitacional Morada das Flores, em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo, é um lugar calmo, estruturado e, principalmente, seco. Cada unidade conta com dois quartos, uma sala, uma cozinha e um banheiro. Ali, a apenas cinco quilômetros do Jardim Romano, já na zona leste da capital paulista, a água lodosa e contaminada de esgoto não invade as casas nem chega à cintura dos moradores.

À primeira vista, parece um bom lugar para colocar parte das 10.191 famílias que, segundo a Prefeitura de São Paulo, foram cadastradas para serem removidas das áreas que sofreram por mais de quatro meses com os alagamentos. Mas, basta abrir a porta do apartamento 12 do condomínio para descobrir que as moradias oferecidas pelo governo estão longe de ser um bom exemplo de habitação adequada.

Na unidade, de 42,6 metros quadrados, vivem 17 pessoas. São cinco crianças e um bebê recém-nascido, que dormem amontoados nos finos colchões doados pela prefeitura ainda na época das enchentes.

Clique aqui para ler a matéria de Fabiana Uchinaka no UOL.

Tem mais.

Da Agência Estado:

Sem-teto armam barracas ao lado da Prefeitura de São Paulo

Cerca de 700 sem-teto armaram barracas na calçada do viaduto do Chá, ao lado do prédio da Prefeitura de São Paulo, após 2.000 famílias terem ocupado dois prédios abandonados na região central e um terreno na zona sul da cidade. Segundo a FLM (Frente de Luta por Moradia), o uso dos três locais para construção de moradias de interesse social é uma antiga reivindicação do movimento.

No centro, foram ocupados o edifício Prestes Maia, próximo à estação da Luz, e um edifício na avenida Nove de Julho que pertencia ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). As famílias também ocuparam um terreno em M’Boi Mirim.

Ivaneti de Araújo, coordenadora do MSTC (Movimento Sem-Teto do Centro), afirma que 172 famílias despejadas em 2007 do edifício Prestes Maia ainda não têm onde morar, apesar de muitos prédios na região central estarem vazios. “

- Há mais de 400 imóveis vazios no centro, com dívidas milionárias de IPTU (Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana), que poderiam se tornar moradia de interesse social.

Segundo a assessoria da FLM, houve um breve confronto entre moradores e a Polícia Militar, com uso de bombas de efeito moral e gás pimenta, atrás do edifício ocupado na avenida Nove de Julho. A polícia nega.


Enquanto isso, o Governo Lula age assim:

Minha Casa Minha Vida viabiliza compra de terreno para movimento de trabalhadores sem terra

Leia mais

A banda larga além da infraestrutura

Por Francisco Alves

PNBL de novo:
Do UOL
Banda Larga Nacional não depende apenas de melhoria na infraestrutura, alerta IPEA

Da Redação*

*Atualizado às 15h24

O Plano Nacional de Banda Larga, cuja meta é levar internet rápida a 50% dos domicílios brasileiros até 2014, tem pouca chance de sucesso se não forem empregadas políticas integradas do governo, como a revisão do regime jurídico ao qual o serviço está submetido e o uso efetivo do FUST (Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações), além de investimentos direcionados às regiões onde a desigualdade é mais grave.

As recomendações são do IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), que divulgou nesta segunda (26) um estudo para melhoria do plano nacional de banda larga. Na apresentação, Luis Kubota, técnico do Diset (Diretoria de Estudos e Políticas Setoriais, de Inovação, Regulação e Infraestrutura), mostrou dados sobre a defasagem do Brasil em relação a outros países: 46 milhões de brasileiros não têm acesso à internet e o custo da banda larga no país é dez vezes maior do que em países desenvolvidos.

Banda larga no Brasil

Entre as medidas necessárias, estão a reforma na regulamentação do serviço de internet que, segundo o instituto, juridicamente ainda não é considerado como essencial. “É preciso discutir uma reforma para que a regulação contemple de modo mais moderno o fenômeno da convergência tecnológica”, frisa o estudo.

Leia mais

No PIG, pobre só é notícia quando é soterrado

O jornal popular "O Dia" do Rio de Janeiro, traz a notícia abaixo:

Já no jornal das Organizações Globo, pobre só é notícia quanto é soterrado. É o pedaço de terra que lhe cabe no latifúndio, como no poema "Morte e vida Severina", de João Cabral de Mello Neto:

"Esta cova em que estás, com palmos medida
É a conta menor que tiraste em vida

É de bom tamanho, nem largo, nem fundo
É a parte que te cabe deste latifúndio."

O PIG (Partido da imprensa Golpista) diz que notícia boa não é notícia. Porém, só aplicam isso para o pobre. Para o rico, notícia boa como a subida da Bolsa de Valores, é notícia.

O acesso à casa própria, para quem precisa, é notícia mais importante do que o rico ficar mais rico com a subida da bolsa.

Noticiar programas de acesso à casa própria, desperta em quem perdeu sua casa ou vive em área de risco, e ainda não está sabendo, a reclamarem para si também acesso a esses programas.

Por essas e por outras é que quem divide o Brasil é a imprensa demo-tucana, quando pratica a exclusão social de seu noticiário.

Segue a notícia do jornal "O Dia":

"Dois mil imóveis já estão sendo avaliados pela Caixa Econômica Federal e pela Prefeitura de Niterói para atender as vítimas das enchentes e dos deslizamentos do início do mês. Hoje, o governador do Rio, Sérgio Cabral, se reúne com os oficiais superiores do Comando Militar do Leste para compra de três terrenos do Exército, sendo dois em Niterói e um no Rio. Além disso, serão liberados R$ 30 milhões mensais para custear o aluguel social das vítimas...
... As moradias avaliadas em R$ 50 mil foram doadas para as vítimas e o Governo do Estado vai bancar as prestações. Essas unidades eram do PAR (Programa de Arrendamento Residencial) e foram transferidas para o ‘Minha Casa, Minha Vida’, por meio da Portaria 153, do Ministério das Cidades...

... O secretário municipal de Habitação de Niterói, Marcos Linhares, informou que está sendo analisado pela Caixa Econômica Federal um método alternativo, que permite erguer 120 apartamentos em 120 dias. “Estamos verificando com a nossa equipe técnica a qualidade do sistema. Tem que ser seguro”, explica o superintendente regional da Caixa, Raimundo Macedo. " - Leia a notícia inteira aqui.

Fonte: Amigos do Presidente Lula

Após enchente, 17 moradores do Jardim Pantanal dividem um apartamento de 42 m²

“Eu não tenho mais esperanças. Não durmo. E estou num ponto que se juntar muita gente em volta de mim, me dá falta de ar. Olho para os meus netos, para as pessoas que moram aqui em casa e penso: o que será de mim amanhã?

As infecções e as doenças provocadas pela água contaminada e pela comida estragada também persistem, assim como as idas ao hospital. “Eu, com infecção, corri para o médico com uma filha com leptospirose e outra, grávida, com também infecção. Foram as três para o hospital. Minha filha mais velha teve alta e, dias depois, voltou com hemorragia para dar à luz. Quase teve bebê na escola. E a menina nasceu com infecção nas pernas. Teve má formação dos pés”, lembrou.Essa é a massa com cheiro de povo que o José Serra destesta. Leia aqui no jornal do Serra

Surge no Rio, enfim, notícia que ‘sorri’ para os pobres


Sob o título “Cidade de Deus, nunca mais”, o repórter Elio Gaspari abre sua coluna domingueira com uma notícia alvissareira.

O texto, disponível aqui, trata de um plano do prefeito carioca Eduardo Paes (PMDB).

No papel, a coisa tem cara de troca de mentalidade. Se virar realidade, vai mudar o destino de 13.500 brasileiros pobres.

Eis o que anota Gaspari:

“O prefeito Eduardo Paes anunciou a construção de 170 prédios com 3.400 apartamentos de 42,6 metros quadrados no bairro de Triagem.

Neles serão instaladas cerca de 13.500 pessoas que vivem em favelas da cidade. Há muito tempo não saía do Rio de Janeiro uma notícia tão boa.

A área fica a 15 minutos do Centro, próxima às linhas de trem, e Paes promete um projeto urbanístico que integre os prédios ao bairro, livrando-os da maldição dos conjuntos habitacionais.

Se fizer isso abrindo um concurso público, o Rio poderá ganhar mais um marco arquitetônico.

A transferência desses cariocas para um bairro vivo, com comércio, serviços e transportes próximos, desdenha a demofobia que há um século se esconde na discussão do futuro das favelas.

Não se trata de tirar cidadãos de um lugar, mas de saber para onde eles irão. Afinal, a maioria dos moradores da Avenida Vieira Souto aceitariam ser removidos para a Park Avenue, em Nova York.

O economista Sérgio Besserman, presidente do IBGE durante o tucanato, deu uma entrevista ao repórter Oscar Cabral defendendo as remoções de favelas e exemplificou suas virtudes:

'A lagoa Rodrigo de Freitas, cartão-postal da Zona Sul carioca, é um caso emblemático dos aspectos positivos que podem se seguir a uma remoção. Quando a favela foi retirada dali, em 1970, os imóveis da região, cujos valores vinham sendo depreciados, inverteram a curva e passaram a se valorizar.'

Certo, mas faltou dizer onde terminou a curva dos moradores da favela da Praia do Pinto.

Eles foram mandados para Cidade de Deus, símbolo internacional da depreciação do Rio de Janeiro, produto emblemático do urbanismo demófobo.

A favela não foi removida de acordo com uma política pública. Numa noite, a comunidade foi incendiada, provavelmente por Nero, o imperador que limpou Roma".

Fonte: Josias de Souza

Dilma não foge da luta

Dilma X Agripino : nocaute no primeiro round - parte 1


Dilma X Agripino : nocaute no primeiro round - parte 2